O sistema educacional da atualidade tem se tornado altamente complexo, portanto, não se pode dizer que exista apenas um só tipo de abordagem ou estilo de aprendizagem que funcione para todos.

A implementação da psicologia da educação pelas instituições de ensino tem trazido muitos benefícios, desde melhorias no processo de aprendizado dos estudantes, até o aumento na captação de alunos.

Se você tem interesse em obter estes resultados, acompanhe este post e saiba como aplicar esta metodologia em sua escola.

Psicologia da educação

Talvez você possa pensar que a psicologia da educação, seja, basicamente, um trabalho realizado para melhorar a interação entre professores e alunos. Bem, isto também acontece, mas não é a principal função.

Os psicólogos que trabalham na educação estudam os processos sociais, emocionais e cognitivos dos envolvidos na aprendizagem para aplicar os resultados buscando a melhoria do processo de aprendizagem.

Muitas Instituições têm sido grandemente beneficiadas pela psicologia da educação, que se trata de uma ferramenta focada em identificar e estudar métodos de aprendizagem para entender melhor como as pessoas absorvem e retêm novas informações.

Os psicólogos educacionais aplicam teorias de desenvolvimento humano para compreender estilos de aprendizagem individuais e informar o processo educacional mais adequado.

Metodologia aplicada

A metodologia da psicologia da educação parte do princípio de que aprender é um empreendimento realizado ao longo da vida. As pessoas não só aprendem na escola, aprendem no trabalho, em situações sociais e até mesmo em tarefas simples como anotar recados.

Os psicólogos que trabalham neste subcampo examinam como as pessoas aprendem em uma variedade de situações para identificar abordagens e estratégias para tornar a aprendizagem mais efetiva.

A psicologia voltada para a educação especializa o profissional quanto ao desenvolvimento educacional de um grupo específico de pessoas, como crianças, adolescentes ou adultos, enquanto outros se concentram em desafios específicos de aprendizagem, como o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) ou a dislexia.

Não importa a população que estão estudando, esses profissionais estão interessados ​​em resultados, métodos de ensino, processo instrutivo e diferentes estilos de aprendizagem.

Psicologia da educação e seus desafios

A psicologia da educação tem buscado respostas a questionamentos que estão intrinsecamente ligados aos desafios de milhares de pessoas, no que tange as suas dificuldades de aprendizado, são estes:

  • Quanto à hora do dia em que a nova informação é introduzida influência se uma pessoa mantém essa informação?
  • O que a cultura tem a ver com a forma como processamos novas ideias?
  • Como a idade afeta nossa capacidade de desenvolver novas habilidades, como a linguagem?
  • Como o aprendizado em pessoa é diferente do aprendizado remoto usando tecnologia?
  • Como a escolha de uma plataforma de mídia faz a diferença na aprendizagem?

Estas são questões que os psicólogos educacionais estão perguntando e respondendo em escolas, organizações comunitárias e centros de aprendizado.

Implementação da Psicologia da educação

Com tantos benefícios alcançados com implementação da psicologia da educação, é possível se perceber que este seria um ótimo investimento a ser realizado em todas as escolas do país.

Embora possa parecer que isto seria empreendimento de alto custo, na realidade, não é, considerando-se que as escolas teriam somente que contar com a aquisição de psicólogos especializados, que seriam os orientadores para as mudanças do novo processo educacional.

Após alguns meses, da implementação da psicologia no sistema educacional, já será possível comparar os custos aos benefícios e se chegar à conclusão que a mudança vale a pena, devido à melhoria de desempenho dos estudantes e na aquisição de novos alunos.

Principais linhas de estudo

Existem algumas linhas de estudo que ajudam a nortear o trabalho dos psicólogos da educação. Entre as linhas mais fortes podemos citar:

  • Willian James: esta linha de estudo discute a aplicação da psicologia da educação na infância e enfatiza a importância da absorção do processo de ensino e aprendizagem na sala de aula. A ideia é aprimorar a educação, recomendando aos professores que iniciem as aulas em um ponto além do nível do conhecimento e compreensão.
  • John Dewey: Dewey foi um importante estudioso da psicologia educacional dos Estados Unidos. Para ele a criança é um ser em constante aprendizagem. Dewey afirmou que o aprendizado não se faz de forma mecânica, sendo um grande crítico das atuações pedagógicas que obrigam as crianças a permanecerem sentadas e em silêncio durante as aulas.
  • Edward Lee Thorndike: o foco deste estudo está na avaliação e na mediação, ou seja, para Thorndike, a psicologia educacional deve ter uma base científica com foco na mediação.

Formação e especialização

Para implementar a psicologia da educação em sua escola você precisa primeiro contar com profissionais altamente qualificados. A psicologia é a graduação indicada para o profissional  que desenvolve uma carreira na psicologia da educação. Em seguida o profissional pode realizar uma pós-graduação Lato Sensu em Psicologia da educação. Outras especializações como a Neuropsicopedagogia e a Psicopedagogia Clí­nica e Institucional dão ao profissional a base necessária para trabalhar com determinantes cognitivos, biológicos, sociais e subjetivos no desenvolvimento e na aprendizagem. Conheça mais sobre essas especializações:

  • Neuropsicopedagogia: trata-se de uma ciência transdisciplinar que estuda a relação entre o sistema nervoso e a aprendizagem humana. O objetivo central desta ciência é promover a reintegração pessoal, social e educacional do aluno através da identificação, do diagnóstico e da prevenção de distúrbios da aprendizagem.
  • Psicopedagogia Clí­nica e Institucional: essa ciência busca compreender e intervir na aprendizagem através de conhecimentos relacionados aos fenômenos de ensino e aprendizagem. Busca, também, subsidiar a prática de intervenção psicopedagógica, no processo de aprendizagem e suas dificuldades junto à criança, ao adolescente, ao jovem, ao adulto e ao idoso no contexto clínico, escolar, empresarial e na saúde.

Se este texto despertou em você o desejo de implementar a psicologia da educação em sua escola, invista na formação dos seus professores. Consulte nossos consultores educacionais. Ligue (31) 2522-7111